21 março 2011

Brasil+Estados Unidos = ?


Este fim de semana tivemos a ilustre presença de um dos maiores (se não maior) presidente dos Estados Unidos: Barack Obama. Sentimo-nos honrados ao saber que seria para nosso país, a sua primeira vinda à América do Sul. Mais honrados ainda estariam os brasilienses e os cariocas, que foram escolhidos dentre este imenso país as únicas cidades a receberem esta celebridade. Até a passagem da Shakira ficou esquecida! Mas será mesmo, que ele veio apenas para conhecer o Brasil? Era o que muitos questionavam antes dele se pronunciar neste sábado em Brasília. Foi daqui, que tivemos a notícia que os Estados Unidos estavam atacando a Líbia. Eis pois, nossa surpresa, após o longo discurso de nossa honrosa presidenta Dilma, que não exitou em reclamar e criticar das barreiras entre ambos países sobre a taxação de certos produtos como a carne bovina, o aço, o etanol e o algodão. Pediu também auxílio aos Estados Unidos para conseguir uma vaga permanente no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas. Ora pois, o Brasil é um dos maiores produtores de petróleo do mundo e aqui temos o pré-sal. Os Estados Unidos utilizam o petróleo do mundo Árabe, hoje em guerra. Não seria bem claro o motivo de ele atacar a Líbia dizendo que é para proteger os cidadãos, e vir aqui, estreitar relações com o Brasil? Sim, o povo americano é mais esperto do que imaginamos. "Se de um lado não der certo, teremos do outro, o Brasil, e ainda sairá mais barato para nós." Fora o fato de ele tentar resgatar a boa exportação do Brasil que um dia já foi em maior parte para os EUA e hoje vai para a China. Ok, sem mais críticas, vamos falar das positivas.
No domingo, Obama realizou o seu discurso no Theatro Municipal, porém, antes visitou a Favela da Cidade de Deus, onde observou umas crianças fazendo capoeira e esbanjou simpatia e presentes da casa branca! Sem contar sua esposa, Michelle que é digna do posto de Primeira Dama. Em seu discurso na cidade do Rio de Janeiro, Obama iniciou sua tentativa de falar em português: Alô! (breve comentário: ele pesquisou no google tradutor como era hello em inglês e encontrou alô? parecia que estava atentando a um telefone rs) Demonstrou que sabe sobre nossa cultura, nossa história, ao falar de nossa Independência. Deixou claro que sua escolha para as Olimpíadas de 2016 era em Chicago, mas que se não fosse lá, "então não há nenhum lugar que eu preferiria vê-los a não ser aqui no Rio de Janeiro". E encerrou seu discurso, citando as palavras dos autor Paulo Coelho: " Com força do nosso amor e de nossa vontade, podemos mudar o nosso destino, bem como o destino de muitos outros."
Com esta breve passagem de Obama pelo Brasil, devemos esperar novas alianças entre nossos países e talvez melhoras de vida? Assim, todos nós esperamos!
Até breve,

4 comentários:

Patty Lupicinio disse...

Tem selinho para você lá no Chilli ;)
http://chilliinfashion.blogspot.com/2011/03/selinhos.html
beijinhos

Bruna Tenório disse...

Sinceramente, eu achei tudo um saco. Não tive a menor paciência para ouvir o discurso dele. Até um tempo atrás, eu gostava de saber o que rolava na política, os últimos acontecimentos e tudo mais. Mas é tanta desonestidade que fiquei totalmente desestimulada a acompanhar os atuais governos.

Flor, muuuito obrigada pelo selinho, de verdade! Não costumo postar mais os selinhos que recebo lá no blog, mas guardo todos com muito carinho. Obrigada mesmo!

Raphaela disse...

Bom, nem sei mto bem o que esperar disso ;/
Me simpatizo com o Obama, mas como vc mesma citou, o povo americano é mais esperto do que a gente imagina..

Só rezo para que a visita dele "traga" coisas coisas boas.

Beeijocas

Andreza disse...

Nossa é mesmo ele veio por interesse enquanto nós brasileiros sentindo hora D:

http://apenasumagaroota.blogspot.com/

Beijos ♥