13 setembro 2011

Da arte de ser blogueiro

- Tia, teria como a senhora visitar o meu blog depois?
- Visitar o seu o quê?
- Blog... Aqueles sites na Internet em que você...
- Ah, olha só, está ficando famosa! Que legal!
- Não é bem assim. Tenho que escre...
- Meus parabéns, viu?!
- Obrigada e, ah, se puder, siga!
- Seguir o quê?
Algum horas depois...
- Olha, não “tô” conseguindo entrar nesse tal de blog... Coisa mais esquisita! Não sei mexer nisso não...

E essa poderia ter sido a triste história de mais um blogueiro que perdeu um seguidor de ouro da família.  Tias(?) queridas, fique claro que foi um caso hipotético, apenas para ilustrar a realidade da vida de quem aposta nesse negócio da internet e para quem está começando.

Tive a ideia de fazer esta postagem para despertar em todos nós, dessa enorme rede de endereços virtuais, o conhecimento de nossa missão e da categoria, que carece de membros se comparada à grande quantidade de internautas brasileiros.

Aos marinheiros de primeira viagem, deixo uma guia bem-humorado de sobrevivência num blog e alguns dos vários desafios pelos quais devemos passar ao longo de nossas caminhadas. Ora curtas, ora longas, ora momentâneas...  Aos calejados na arte de blogar, alguns pontos divertidos a se analisar e a pensar sobre toda a trajetória. Aos que estão na luta rumo ao topo, um incentivo para continuar com afinco. Acima de tudo, deixo uma dica valiosa: a lista abaixo será relevante se lhe faltar força de vontade. Lembre-se de que o seu blog depende exclusivamente de você. Só você.

I. Sobre impressões
Segundo a grande massa popular...

1. O estereótipo: Todo blogueiro é desocupado. Gente que não trabalha, estudantes que têm preguiça de estudar ou estudam demais, gente sedentária e que nada quer com a hora do Brasil.
A realidade: É bem certo que há um número enorme de gente desocupada por aqui. Aquela “galera” de bem com a vida, que posta uma vez ao mês qualquer informação que tenha julgado interessante e não liga muito para número de seguidores ou acessos, o pessoal que se diverte e preza, acima de tudo, o lazer. Há também aqueles compromissados com o descompromisso. Gente que parece levar o blog a sério, mas morre de preguiça de tocá-lo para frente. Em contrapartida, diferentemente desses, temos a categoria que batalha todos os dias em nome de seu endereço. Escreve, comenta, divulga, cresce e até ganha com o que faz, levando o site como um emprego qualquer.

2. O estereótipo: Blogs são relevantes e possuem conteúdo desinteressante. Sites especializados, sem o toque “pessoal” são melhores.
A realidade: Mais um erro muito comum e que chateia. O que mais tem por aqui é blogueiro sério, que leva a notícia ao leitor antes mesmo de alguns jornais extremamente renomados. Informação de gente comprometida com o trabalho na blogosfera é tão confiável quanto de qualquer folhetim impresso, por exemplo, que, inclusive, demora mais a repassar o novo acontecimento.

3.O estereótipo: Blogueiro literário é nerd, sedentário, gordinho ou raquítico e não namora. Blogueira de Moda é modelo e blogueiro fashion não pode ser heterossexual. Blogueiro de futebol é sem vergonha e burro. Blogueiro-escritor é desempregado, e por aí vai...
A realidade: Estereótipos são muito comuns até em meio virtual, não há como negar. Em um espaço no qual somos incapazes de realmente vermos as pessoas (Skype, oi?), fica sempre aquela dúvida sobre a aparência de fulano e ciclana, ou sobre a conduta duvidosa, mas, sinceramente, você lê os seus blogs favoritos pela foto “bonitinha” do perfil do blogueiro? Pode muito bem haver um fã de Literatura saudável, que pratique algum esporte e esteja casado! Assim como a fã de Moda não precisa ser modelo nem linda e muito menos rica para adquirir os produtos de grifes italianas, por exemplo. O homem que aprecia o requinte do vestuário não é necessariamente homossexual, pode ser, sutilmente, um mero apreciador. Futebol não é do gosto de todos, contudo também não limita tanto os seus fãs, permitindo os mais diversos tipos de pessoas falarem sobre. No mais, enfim, qual é o problema do blogueiro literário ser nerd e ter uns quilinhos a mais? Da fashionista ser modelo e de ele ser  homossexual? Do futebolístico ser um notável “Dom Juan” ou não ter ido tão bem na escola pelas faltas para jogar aquele contra na várzea do bairro vizinho? Do escritor estar desempregado, assim como o juiz o poderia?


II. Sobre o trabalho
Segundo os próprios blogueiros...

1. Antes de criar um blog com a convicção de que seguirá adiante, tenha em mente o fato de que você não pode, não deve e não irá desistir à primeira dificuldade. Superação e dedicação caminham juntas nesse trajeto.

2. Entenda que você não será descoberto na primeira semana de blog se não se fizer por descobrir. Podem lhe dizer, fora da rede virtual, que é a pessoal mais talentosa que conhecem e que seu trabalho decolará, mas... É realmente lindo ser elogiado dessa forma, e também é utópico, irreal. Você acredita, sinceramente, que a Lady GaGa não batalhou horrores para chegar a milhões de visualizações no YouTube? Que até mesmo aquele blogueiro que alcançou a sua primeira centena não travou um desafio consigo mesmo? Nada vem sem trabalho e esforço.

3. Você era o melhor, agora não é mais. Suas notas de Redação eram sempre as mais altas da sala? Sabe tudo de História e resolveu criar um blog compartilhando seus conhecimentos? Aos poucos, com o tempo, é mais que natural que conheça gente da sua área e, acredite, haverá uma grande quantidade no mesmo patamar de qualidade. Se quiser se destacar, não se conforme com as melhores notas da sala, não se limite! Informe-se, atualize-se e o mundo será todo seu.

4. Quando passar dos três meses de blog, permita-se dar a si mesmo os primeiros parabéns. Já é bem sabido pelos veteranos da blogosfera que a marca de um trimestre é crítica e define muita coisa. À primeira semana online, tudo são flores. Você adoraria publicar 7, 8, 14, 20 postagens nesse período, mas a inspiração vai acabar por lhe deixar na mão no ritmo acelerado. Ainda acima dela, a falta de público dos primeiros meses de blog desanima, todavia, é apenas uma questão de correr atrás e inteirar-se com os blogueiros mais experientes da sua área. Os três meses passarão rápido...

5. A importância dos contatos: Quem tem boca vai a Roma! Converse, assunte por todas as partes. Descubra o que está sendo um atrativo entre os blogs da sua área. Modifique as ideias, crie coisas novas, pesquise e saiba como estar sempre de acordo com os interesses afins. Além disso, ter os contatos certos garante um avanço de degraus mais alto que o habitual. Quem sabe não rola aquela oportunidade pela qual você estava esperando?

6. Conheça os seus leitores. Saiba o que eles querem ler! Quem são, de onde surgem, qual é a faixa etária, de quais postagens gostam e desgostam... O blog nada é sem os seus esforços, menos ainda sem os seus leitores, que o mantém vivo para ser conhecido e procurado por outros.

7. Conforme-se com o fato de que você não será um ídolo amado por todos. Até mesmo John Lennon, que foi um ícone do rock, foi traído pelo amor de um de seus fãs... Nem todos vão gostar de você e nem você vai gostar de todos. Evite brigas. Pratique a política da boa vizinhança, mas não force amizades em terrenos de total antipatia. Não gaste o seu tempo! Todo momento por aqui é precioso.

8. Situe-se: você é blogueiro, não é a Paris Hilton. Ser deslumbrado é um dos grandes problemas de alguns dos usuários que passam a usar o Blogspot como plataforma ao sucesso estrondoso. Tome cuidado para não pensar que está “arrasando” quando você é só mais um nadando contra a correnteza em busca de uma ilha de bons frutos. Os mares são traiçoeiros, nunca se esqueça disso.

9. Utilize-se de outras redes sociais. Alguns dirão algo do gênero “Para quê, se eu já tenho blog?”. Mais uma vez, para não cair na mesmice e para divulgar o seu trabalho. Crie uma conta para o site no Twitter, uma página própria no Facebook, comunidade no Orkut, Skoob, (literários, olá!) e todas essas outras redes que não param de crescer.

10. Escreva sobre algo que goste, ame, adore! Ter um blog é quase ou totalmente como uma profissão. Escolha o seu caminho em algo que lhe dê prazer e possa lhe proporcionar bons frutos futuramente. Se estiver verdadeiramente compromissado, é com ele que seguirá em frente.
Eu sigo com a Literatura, e você?


Beijinhos,

27 comentários:

Aione Simões disse...

Ana, eu adorei!
Sempre fico impressionada com seus posts de qualidade e criativos!
As idéias não param de surgir, hein?
O post é bem útil e verdadeiro!
Concordo plenamente que se deve escrever sobre o que se gosta! Se for pra falar sobre algo, que fale sobre o que você entenda! De outra maneira, não é possível!
Só mais um mês e ultrapasso o primeiro trimestre ^^
Mas não me enquadro na categoria desânimo, o blog só me animou desde que o fiz!
Adorei a parte dos estereótipos e a introdução com a conversa fictícia com a tia!
Parabéns por mais um ótimo post, Ana!
Beijão!

Julia G disse...

Ótimas dicas meninas!! Adorei ;D
Eu sou um exemplo de pessoa que trabalha (muito), estuda (muito também), mas sempre arranja um tempinho para o blog. E fiz isso porque gosto.
Passei os três meses há pouquinhos dias, mas eu faço no meu ritmo, do meu jeito, publicando o que eu quero, então é uma fonte de prazer o blog. Me sinto muito feliz assim, então, para que mudar?

Beijinhos
Conjunto da Obra

Giselle Rayane disse...

Adorei o post.. Já tive outros blogs e desisti porque achava que era 'sem conteudo' . O Refugios Insanos (meu blog) permaneceu porq decidi escrever sobre o que eu queria, pensando na minha vontade de escrever e nÃo no que as pessoas querem ler. É meio que um diário... Se eu quiser postar algo sobre amor, vou lá e posto... Se quiser falar de maquiagem, saude, meio ambiente... Enfim, sem falar que não ditei regras p/ a data das postagens. Passo dias sem postar, antes me preocupava mto, hoje tenho o blog como um refugios mesmo. É isso (:

αmαndα cristinα ツ disse...

Adorei o post, Ana! Super criativo e com ótimos conselhos para tanto os blogueiros iniciantes, quanto os veteranos...
E é sempre assim, né? Quando comecei o Primeiro Livro, sai falando para todo mundo que eu conhecia dar uma olhadinha nele, mas eles não se interessam por isso. Graças à internet, achei outros viciados por leitura (eba! não sou a única louca aqui, :P) e eles (alguns deles, #foreveralone) acompanham meu blog atualmente! :)

Beijinhos, :*
www.primeiro-livro.com

Bruno M disse...

Muito bom o post! E, cara, é difícil manter um blog. Atualizações no blog e o resto da tua vida nunca irão se encaixar, saiuhsuai.

Mayara disse...

Nhaaa, odeio esses estereótipos. No entanto, é impossível evitá-los, sempre acontece!
Sim sim, já perdi muitas tias queridas para seguir o blog HAHA, mais pelo nome blogspot mesmo que é difícil de gravar xP
E elas não entendem muito de internet, mas, fico feliz de se interessarem pelo que faço.
É, blog dá trabalho, dá trabalho e juro, eu até pensei em desistir no início, mas, fiquei tão feliz ao ver que tudo estava dando tão certo, agora não desisto neeem que me paguem, kkk, é tão gratificante ser reconhecida de alguma forma \o/
Para quem seguir as dicas, será um ótimo blogueiro, tenho certeza, ótimo blogueiro e ótima pessoa

Luana Feres disse...

Eu acho, genuinamente, seus posts super criativos, Ana. É ótimo você fazer um esforço (porque não deve ser facil escrever umas dicas grandes dessas) para ajudar os blogueiros. É uma atitude muito nobre. Legal de ver. E sim, as vezes a gente fica meio desistimulado mesmo, mas é ter perseverança e tentar continuar.

Beijos
Mulher gosta de falar

Sara disse...

Que post fabuloso Ana!
"Você é blogueiro, não é a Paris Hilton" Não era pra ser Perez? Ih, será que escrevi bobagem? Desculpa se for o caso.
Não tenho muita paciência pra twitter, orkut, facebook e todas estas tranqueiras:)

Márcia Desirée disse...

Oi Ana, perfeita sua matéria. Estou completando 03 meses de blog mas minha motivação é infinita. Obrigado! Beijos!
www.tesouroliterario.com

Jonathan Henrique disse...

Ana, eu adorei o post! Sério!!!
Vida de blogueiro não é fácil. Já estou há alguns anos no "ramo" e sinto que tenho muito a aprender. Tenho que mudar alguns dos meus conceitos. Ter atitude!
Estou me surpreendo com seu blog, Ana. Sim, sim... Toda as vezes que o acesso, encontro algo novo, atrativo, criativo... Você é uma blogueira compromissada e dedicada ao que faz! Parabéns!
Eu queria que todos os blogueiros, iniciantes ou não, lessem o seu post. Acho que mudaria muita coisa nessa tal de Blogosfera...

Beijos!
@Jonathan_HGF

Ingrid - Cor e Make disse...

Antes de eu criar meu blog, o Cor e Make, não visitava muito outros blogs. Pensei muito antes de começar à escrever em um, até porque sempre pensava: "Sobre o que eu vou falar? O que farei em um blog"
Mas agora vejo que sempre há alguma coisa para fazer lá no blog, por mais pequena que seja.

>>www.cor-e-make.blogspot.com <<

Camilla Costa disse...

Amei Ana! dei risadas e concordei com muita coisa;
realmente nao da pra achar que assim q vc criou o blog vao chover comentarios na sua página; pra conseguir reconhecimento vc tem q batalhar e batalhar muito assim como eu ainda estou batalhando pra chegar nos 200 seguidores; parceiras e bla bla bla
realmente blogueiro é quase profissão!
Beijooos

Rapha disse...

Aninha = talento!

heheheh
É verdade, você escreve MUITO bem!!

Adorei o post e só posso dizer que concordo plenamente com o que disse!
Dedicação é a palavra chave ;)
Mas também temos que confiar em nós e no nosseo "trabalho", pois no primeiro mes do Doce Encanto eu era super insegura, achava que estava td mto ruim - é claro que a gente sempre vai melhorando, enfim.. - e nao divulgava pra ngm, meus unicos seguidores eram: eu, namorado, irmão, mãe, prima e uns 5 / 6 amigos da minha prima, e comentarios? só do no namorado kkk
Mas um dia eu decidi que estava na hora de eu "sair do armario", comecei a divulgar, postar mais vezes, arriscar sabe?
E não é que deu certo?! *---------*

Beeeijocas!
Rapha - Doce Encanto

Teorias de Gi disse...

Eu amei o texto como sempre ta excelente, ei fiquei com vergonha deme dar os parabens nos 3 meses rsrsrsrs coisas da Gi...eu gosto do meu blog e não viso sucesso pra mim ele é um amigo...beijussss e tenha um lindo dia!

Teorias de Gi disse...

Eu amei o texto como sempre ta excelente, ei fiquei com vergonha deme dar os parabens nos 3 meses rsrsrsrs coisas da Gi...eu gosto do meu blog e não viso sucesso pra mim ele é um amigo...beijussss e tenha um lindo dia!

Aline Gasparini disse...

Ah, eu já disse que acho os seus textos o máximo? Se já falei estou falando de novo 'Haha.
Achei super diferente e legal a sua ideia. Morri de dar risada em algumas partes, realmente tudo o que você disse é verídico. Enfim, ótimo post :D

Beijos&beijos
Book is life

Bruno Miranda disse...

Adorei o post meesmo! No ponto dois, concordo plenamente. Sem dúvidas é sempre a gente que traz as noticiais mais fresquinhas... haha E ser blogueiro é dificílimo. Eu acompanho todas as minhas visitas de perto, assim como os comentários. Eu quase morro quando elas caem, ou uma postagem tem poucos comentários. Poxa, já é tão difícil fazer o conteúdo. Divulgar é pior ainda e ter uma aceitação e um bom feedback é dificílimo! Mas a gente vai seguindo... Todos os parentes que não são muito familiarizados com a internet nunca nem sabem como entrar assim como você falou lá em cima, é bem triste isso... HUSAUH Adorei o post, parabéns. Beijos,

@minha_estante - Minha Estante

Vick Rodrigues disse...

Engraçado, não vi meu blog completamente em nenhum dos estereótipos. Mas eu gostaria de tentar descreve-lo e a autora: O blog é atualizado em média a cada 4 dias. As vezes mais frequente as vezes menos tudo depende do meu estado de espírito já que ele funciona quase como um diário de desabafo. É algo totalmente pessoal que decidi dividir com os outros. Eu gosto de comentários, mas viveria sem alguns, eu gosto de seguidores, mas viveria sem nenhum. Eu não pretendo ganhar dinheiro e nem agradar os outros com o meu blog eu só pretendo escrever nele o que eu precisar pra me sentir mais leve após isso. Bem é isso. Sou uma estudante, desocupada por enquanto. Preguiçosa demais. kkkk-
Pretendo cursar letras e com certeza ser professora e continuar com meu blog. Beijos meninas adorei a postagem! www.sentireviverotempo.blogspot.com

Fernanda - Trilhas Culturais disse...

Ameiiiiiiiiiiiiiii seu post! É bem isso né? Você fala pra alguém que é blogueiro e a pessoa te olha como se você fosse a pessoa mais atirada na vida. Eu conhço muita gente que tem familia pra cuidar, que trabalha o dia todo e ainda cuida super bem do seu blog. Dá trabalho? Dá sim e quem disse que ser blogueiro é fácil? (fácil não é, mas quem se dedica pra isso colhe ótimos frutos, como por exemplo: amizades super especiais) Bjussss.

Luana disse...

Anaaaaaaaa ameeeei esse post!
Super original, bem humorado e criativo ;)

Demais mesmo. O que eu mais gostei foi "você é blogueiro e não a Paris Hilton" hahahahahahaaha =P

Parabéns ;) ótimo post. E é por essas e outras que vale a pena seguir este blog.






Bjssssssssss ! :*

Sthaelle disse...

Ana, que post lindo!

Super bacana, e cheio de realidade!
Vale muito a pena ler :)

Beijos
Thata e os Livros ~

Tina disse...

Eu sigo com literatura tb e pensamentos, opiniões, sugestões, impressões, imagens, inspirações.

Ameeei esse post vou bolar um post e colocar um link no meu Blog.

Beijoca, felicidade e sucesso.
:)

http://blogdtina.blogspot.com/

Sanzinha disse...

Ana, esse seu post foi perfeito!
Muito parecido com um desabafo que fiz um tempo atrás, num post chamado "10 coisas que eu gostaria de ter descoberto antes de ter um blog". Na época foi super comentado, mas como meu blog foi excluído, tive q postar novamente e ele ficou perdido nos posts de Agosto, sem comentários mais... rs.

Mas é isso, a gente leva a sério e encara como trabalho mesmo. Porém, há os que não nos levam a sério.. rs.

Post perfeito!

Beijão, menina linda!

Mar disse...

hey flor, adorei a ideia. super criativa. e esse lance de estereótipo, eh td mentira realmente. nao sou gorda, mas tb nao sou uma palito. nao sou nerd, mas tbn nao faço parte do grupinho dos populares. tenho amigas, saio, vou para micaretas, agora nao pq eu namoro... tenho um namorado lindo , o mais lindo da sala. (meu unico problema e esse, pq eu tenho um namo lindo, ta vai vc vai falar: ta tirando onda, ou msm , pq vc ta falando isso? deveria ta feliz com isso, e eu to . mas eu keria ser mais bonita pra ele . e nisso que eu me encaixo em estereótipo, auto - estima baixa);
maaas tirando isso, amo ler, coleciono esmalte , sou louca por moda, namoro, nao sou gordinha, saiu direto (ja saimais) , e gst td q uma garota popular e uma nerd gstam. Onde eu me encaixo? rsrs
esse lance de inicio de blog e assim msm. tenho 16 anos, e mecho com flog e blog desde meus 9. Com isso aprendi a ter paciência. e a correr atras. Cheguei a ter o Flog mais visitado dos últimos tempos. E sinceramente? abandonei , nao por cansaço ou por nao gstar. so pelo fato d ver que eu tava largando minha vida por ele. nao saia mais, nao conversava nem socializava mais, pq eu amaaava ficar no meu flog (e flog nem tem escrita, vc nao posta texto, apenas fotos, vai por mim e coisa d louco, as pessoas so comentam: "Lindo , passa no meu? " e vao embora sem ao menos observar de perto seu trabalho. E hj estou aqui, e eh por isso q amo ler cada post. ( tagarelar edigitando tb) atenção e td, tb nao adianta ter varias visitas, se ninguem parar pra ler e entende a msg q vc esta passando. Fora a quantidade, e que venha a qualidade. (e isso nao e papo d bloguera com poco seguidor, e papo de bloguera com verdadera qualidade)Modestia parte. Os blogs literários sao atemporais, e serao os unicos assim!!!

Luciana Pink disse...

amei o texto Ana

realmente em toda profissão sempre existem os estereótipos

bjs

Planet Pink disse...

Post criativo e bem construido como sempre! =)

Você tem toda razão com tudo que disse aí, manter um blog não é tarefa nada fácil, vide os momentos de desânimo, falta de tempo pra ler e manter parcerias. E as pessoas mtas vezes não entendem, como é dificil, mas se fizermos sobre algo que gostamos, vale a pena seguir em frente.

Bejinhos ;*

Naty disse...

Ana, adoreei o post! sempre inovando e fazendo pstagens super interessantes!

Gostei mesmo das suas dicas, e ri bastante com alguns comentários que você mesma fez na postagem.

Dedicação e esforço são a base para conseguir mater um blog, e no muito mesmo é nao desistir por maiores que sejam as dificuldades rsrs'

Beijoos;*
Naty - Just Books !