04 outubro 2011

Namore uma garota que lê

Boa tarde ao leitor que passa pelo blog neste momento para conferir o que há de novo!
Sei que estive um tanto quanto ausente nos blogs nos quais costumo comentar e peço desculpas por isso. No último dia 26 foi meu aniversário e acabei dispersando um pouco, contudo tentei agradecer a cada um pelos votos de parabéns na postagem da Letícia. No momento, estou em semana de provas e muitas coisas estão acontecendo ao mesmo tempo, deixando-me totalmente sem tempo para responder comentários e muito pouco para fazer as postagens, as quais tento manter regularmente.
Para diversificarmos um pouco o que temos às terças-feiras, trouxe um texto já conhecido por alguns blogueiros que promete arrancar suspiros sonhadores das leitoras.

Namore uma garota que lê
Texto original: Date a girl who reads – Rosemary Urquico
Tradução e adaptação – Gabriela Ventura


Namore uma garota que gasta seu dinheiro em livros, em vez de roupas. Ela também tem
problemas com o espaço do armário, mas é só porque tem livros demais. Namore uma garota
que tem uma lista de livros que quer ler e que possui seu cartão de biblioteca desde os 

doze anos.

Encontre uma garota que lê. Você sabe que ela lê porque ela sempre vai ter um livro não lido na bolsa. Ela é aquela que olha amorosamente para as prateleiras da livraria, a única que surta, ainda que em silêncio, quando encontra o livro que quer. Você está vendo uma garota estranha cheirar as páginas de um livro antigo em um sebo? Essa é a leitora. Nunca resiste a cheirar as páginas, especialmente quando ficaram amarelas.

Ela é a garota que lê enquanto espera em um Café na rua. Se você espiar sua xícara, verá que a espuma do leite ainda flutua por sobre a bebida, porque ela está absorta. Perdida em um mundo criador pelo autor. Sente-se. Se quiser ela pode vê-lo de relance, porque a maior parte das garotas que leem não gostam de ser interrompidas. Pergunte se ela está gostando do livro. Compre para ela outra xícara de café. Diga o que realmente pensa sobre o Murakami. Descubra se ela foi além do primeiro capítulo da Irmandade. Entenda que, se ela diz que compreendeu o Ulisses de James Joyce, é só para parecer inteligente. Pergunte se ela gosta ou gostaria de ser a Alice.

É fácil namorar uma garota que lê. Ofereça livros no aniversário dela, no Natal e em comemorações de namoro. Ofereça o dom das palavras na poesia, na música. Ofereça Neruda, Sexton Pound ou Cummings. Deixe que ela saiba que você entende que as palavras são amor. Entenda que ela sabe a diferença entre os livros e a realidade mas, juro por Deus, ela vai tentar fazer com que a vida se pareça um pouco como seu livro favorito. E se ela conseguir não será por sua causa.

É que ela tem que arriscar, de alguma forma. Minta. Se ela compreender sintaxe, vai perceber a sua necessidade de mentir. Por trás das palavras existem outras coisas: motivação, valor, nuance, diálogo. E isto nunca será o fim do mundo.

Trate de desiludi-la. Porque uma garota que lê sabe que o fracasso leva sempre ao clímax. Essas garotas sabem que todas as coisas chegam ao fim. E que sempre se pode escrever uma continuação. E que você pode começar outra vez e de novo, e continuar a ser o herói. E que na vida é preciso haver um vilão ou dois.

Por que ter medo de tudo o que você não é? As garotas que leem sabem que as pessoas, tal como as personagens, evoluem. Exceto as da série Crepúsculo.

Se você encontrar uma garota que leia, é melhor mantê-la por perto. Quando encontrá-la acordada às duas da manhã, chorando e apertando um livro contra o peito, prepare uma xícara de chá e abrace-a. Você pode perdê-la por um par de horas, mas ela sempre vai voltar para você.
E falará como se as personagens do livro fossem reais – até porque, durante algum tempo, são mesmo.

Você tem de se declarar a ela em um balão de ar quente. Ou durante um show de rock. Ou casualmente, na próxima vez que ela estiver doente. Ou pelo Skype.

Você vai sorrir tanto que acabará por se perguntar por que é que o seu coração ainda não explodiu e espalhou sangue por todo o peito. Vocês escreverão a história das suas vidas, terão crianças com nomes estranhos e gostos mais estranhos ainda. Ela vai apresentar os seus filhos ao Gato do Chapéu - Cat in the Hat - e ao Aslam, talvez no mesmo dia. Vão atravessar juntos os invernos de suas velhices, e ela recitará Keats, num sussurro, enquanto você sacode a neve das botas.
Namore uma garota que lê porque você merece. Merece uma garota que pode te dar a vida mais colorida que você puder imaginar. Se você só puder oferecer-lhe monotonia, horas requentadas e propostas meia-boca, então estará melhor sozinho. Mas se quiser o mundo, e outros mundos além, namore uma garota que lê.

Ou, melhor ainda, namore uma garota que escreve.
_________________________________________________________________________

Uma boa terça a todos,



23 comentários:

Alinne disse...

Sei o que é falta de tempo, andei sumida ultimamente também...Já havia lido este texto, é muito lindo.
Beijos.

Books e Desenhos

Pah disse...

Ana, que texto mais lindo! A autora soube escrever a realidade, to boba aqui. Me diverti com algumas partes (Com a do Crepúsculo, por exemplo, rs) e com outras me emocionei, afinal, quem não quer um namorado que compreenda sua paixão por livros? AMEI essa parte: "prepare uma xícara de chá e abrace-a. Você pode perdê-la por um par de horas, mas ela sempre vai voltar para você".

Beijokas

Pah, Livros & Fuxicos

Thay Tonon e Bru Souza disse...

nossa ameei particularmente o ultimo paragrafo..
parece que o texto me descreveu *-*
não tem algo melhor que ler... só escrever mesmo rs
e é por isso que amo livro, blog, tumblr, (...) é tudo mt fofo, e dxa nossa vida bem mais bonita sz

bjo meninas
até a próxima... ameeei a promoção
vamos participar (yn)

*-----*

by: Thay Tonon

http://chooseelas.blogspot.com/

Pati Peña disse...

Ai estou suspirando! Que texto maravilhoso! Gostei de tudo e é a pura verdade!
Essa parte é bem legal: Mas se quiser o mundo, e outros mundos além, namore uma garota que lê.
Ou, melhor ainda, namore uma garota que escreve.
Fiquei com um sorriso que vai demorar para sair hahahaha
Obrigada
@PatriciaADavis

Sofia disse...

Oi! Achei o texto mega lindo, e já havia lido... É muito legal mesmo... E ainda tem o "Namore Uma Garota que não Lê", né?

Beijos
http://so-soline.blogspot.com

Giu disse...

Que texto mais lindo, meu Deus do céu *-*
Vou salvar ele aqui no pc, porque gostei muito mesmo <3 awnti
Beijocas,
Giu
http://chocolateliterario.blogspot.com/

Naty disse...

Já li esse texto em tantos blogs literários rsrs'

Já leu o "Namore um garoto que lê?" é bem fofo também ;D

Bj;*
Naty - Just Books !

Kel Costa disse...

Texto super legal, até postei o link do post no facebook *-*

Bjs,
Kel
www.itcultura.com

Aione Simões disse...

Ana, ficar sem tempo é super normal! Você mesma comentou lá no blog sobre eu também estar sem tempo!
Aos poucos, tudo, inclusive nosso tempo, se ajeita ;)
Eu amo esse texto, é lindo demais!
Beijão!

Luciana Pink disse...

oi Ana

que texto fofo

legal ter postado ele

bjs

estilorosa.blogspot.com

ka macedo disse...

Ahhh, eu realmente quase chorei nesse em? Que liiindo! Me vi em todas as linhas, haha.
Maravilhoso, nunca tinha lido antes e com certeza se tornou um dos meus textos favoritos.
O engraçado é que a foto me lembra um pouco eu e meu namorado quando vamos à livraria, hahah.
Amei mesmo o texto. Muuuito obrigada por ter publicado aqui e me aprentado a ele *-*

Beijoos
Minha Bagunça.

Lari disse...

Oi Ana!
Adorei seu blog, ele é uma graça e já estou seguindo.
Adooro esse texto.
Super tem a ver com a nossa realidade de blogueiras literárias, haha.

Beijos.

Lari
[booksandwhatever.blogspot.com]

Alessandra disse...

Já havia lido, texto lindo. Me identifico a cada linha!

Beijos,Garota de Cristal

Thaís Varine disse...

Ainda não tinha lido esse texto e achei tão original, lindo e tudo de bom!!! *-*
Amei! Vou enviar pra minha mãe ler. Ela vai adorar. ;D

Bárbara Munhoz disse...

Amei esse texto. Demais mesmo. Acabei até salvando no computador.

PamFardin disse...

Sinceramente, esse texto o 'namore um cara que lê' são uns dos mais lindos que eu já li... Gostei muito mesmo! *------*

Beijos
aritmeticadasletras.blogspot.com

Camila Costa disse...

aaah que texto lindo! É serio eu terminei com lágrias nos olhos kk vou mostrar para o meu namorado sem dúvidas!
Ele diz exatamente como sou; adorei de verdade

Teorias de Gi disse...

Nossa Ana q texto lindo, vc me descreveu kkkkkkk meu marido um dia antes do meu niver q tbm foi mes passado ele me levou a livrarias Curitiba para comprar "Paixão - da Lauren, ele quase ficou logo comigo pq eu ia de um lado pro outro, eu quero este e este a este tbm eu vi no blog tal..é um sarro só, mas não sei se ele gosta ele fala q parece q eu não estou presente quando leio e não ligo pra ele. Ela não gosta de ler e diz q é tudo fantasia q tem q ler coisa q interesse.... homens!!! mas voltando...amei o seu texto parabéns!

Julia G disse...

Já tinha lido o texto, acho tão lindo! Realmente sou umas das que ficam a suspirar, adoro as situações colocadas no texto.

Beijos

Ana disse...

Nossa, amei esse texto!!!
Muito lindo!
Acredito que descreveu muito bem todas nós, leitoras inveteradas. Me identifiquei muito, muito...principalmente quanto ao olhar apaixonado direcionado às estantes das livrarias e comprar livros em vez de roupas!haha
Como é bom ser leitora...melhor ainda escritora!!

Dani disse...

TEMOS VAGAR PARA NAMORADO, alguém se candidata?

Eduarda Menezes disse...

Esse texto é mesmo muito fofo! ^^
Já tinha postado lá no blog uma vez e amei, acho que todas nós bookaholics nos identificamos com ele de uma maneira ou de outra!

Entendo perfeitamente essa questão de tentar não sumir mesmo com tantas coisas acontecendo como provas, trabalho, família, etc. As vezes fica difícil conciliar tudo mas com persistência e força de vontade a gente acaba conseguindo! Boas provas pra você! o/

beijão!

TeamB disse...

Li uma vez, tem certo tempo. Achei uma doçura e a mais pura verdade :)
beijos,
Jups | Booksworld